Brasil investe no mundo inteiro, menos no Brasil!

Postado por  Fernando Maurício em 23, junho, 2015  •  Visualizaçãoes (2.589)  • 

A FARRA DO BNDS.

É a farra mais vergonhosa de investimentos  do Brasil em outros países. Como se nós fossemos uma nação sem necessidades desses investimentos. São portos, aeroportos, rodovias, hidrelétricas, saneamento básico, plantas de geração de energias, exportações de aeronaves que somam bilhões de dólares que escorrem do BNDS para os cofres de empreiteiras, políticos e responsáveis estrangeiros que gerenciam essas sacanagens.

Linhas 3 e 4 do Metrô de Caracas (Venezuela) – Valor da obra – US$ 732 milhões Empresa responsável – Odebrecht



Os especialistas governistas, assim como o presidente do BNDS tentam justificar alegando que se trata de um mecanismo de incentivo à “exportação de bens e serviços de alto valor”. No caso, serviços de engenharia. A ideia, portanto, é de que não se trata de ajudar Cuba a construir um porto ou financiar o  metrô de Caracas. O que o BNDES estaria fazendo seria ajudar as grandes empreiteiras nacionais a vender seus serviços no exterior. Isso geraria diversos ganhos para o país.

Em primeiro lugar, as nossas empreiteiras encomendariam insumos da indústria brasileira, demandando bens e serviços de amplos segmentos da cadeia produtiva brasileira, desde a indústria mecânica, de material elétrico e siderurgia, até vestuário e serviços. Em consequência, a economia brasileira cresceria, porque a maior demanda por tais produtos levaria as indústrias a expandir a produção, contratar trabalhadores etc.

Em segundo lugar, a atividade de exportação de serviços de engenharia induz as firmas a buscar a melhoria nas suas técnicas de produção, impulsionando os ganhos de produtividade e o aperfeiçoamento tecnológico. Mais uma vez, os financiamentos resultariam em impulso ao crescimento da economia brasileira.

Em terceiro lugar, a atividade geraria dólares e fortaleceria o balanço de pagamentos brasileiro, aumentando nossa segurança contra crises externas e ataques especulativos ao real.

Em quarto lugar, o Brasil estaria  fazendo nada menos do que fazem outros países: utilizar bancos públicos para, mediante financiamento, abrir caminho para as empresas nacionais no mercado externo.


Porto Mariel - Cuba
Valor da obra – US$ 957 milhões (US$ 682 milhões por parte do BNDES) Empresa responsável – Odebrecht




Como nosso slogan diz: O Brasil que o povo vê. Há uma pergunta a fazer: Onde encontraremos um brasileiro que concorde com tudo isso? Sabemos historicamente que países que investiram em outros, são países economicamente sustentáveis e com bancos públicos com fundos disponíveis para tais projetos, o que seria fácil compreender que os investimentos seriam para gerar lucros, já que obras milionárias são extremamente rentáveis se bem coordenadas. O BNDS não tem fundos. A poupança é zero e sabem como o governo consegue os bilhões para atender esses investimentos? Tirando do bolso do povo. Tirando seus direitos trabalhistas, assim como fizeram com a aposentadoria ou com as novas regras para pensionistas e, elevando tarifas públicas a insustentáveis valores e etc.

Esse governo do PT, em especial, especializou-se em eliminar os direitos dos trabalhadores, como se fosse uma piada, pois o Partido dos Trabalhadores, na hora de pensar seriamente em investir no país, valorizando o TRABALHADOR brasileiro, não investe. Quando precisa defender os direitos dos TRABALHADORES, fazendo juz ao título com o qual se identificam, não fazem.

Um governo, voltado para o crescimento do país, usaria todo esse aparato de empreiteiras, projetos de desenvolvimento nas mais variadas áreas e aqui mesmo, onde é extremamente necessário. São bilhões de dólares gerando mão de obra fora do país, aplicando novas tecnologias onde nem imaginamos, especializando e treinando um contingente enorme de trabalhadores fora do país para execução, enquanto o trabalhador brasileiro carece desses treinamentos, dessas tecnologias, dessas especializações.

Bilhões de dólares em investimentos do Brasil no exterior.
Veja as obras aqui.



Fernando Maurício de L. Silva  

Deixe seu comentário aqui                                    

Veja mais vídeos por Daniel Fraga aqui


Veja mais:

A américa tem uma necessidade vital de homenagear os corruptos Brasileiros.
Fora corruptos!! E a imprensa ainda não sabe o que o povo quer!!!
O criminoso mais cínico que o Brasil já conheceu nas entranhas da política! É o alvo.
O exterminador dos manifestantes no Rio de Janeiro.
Crime brutal no Rio de Janeiro. Sérgio cabral e seus crimes de improbidade.
Eles não criaram ministérios. Formaram quadrilhas
Dilma quer o POVO farto, porém DOENTE.
STF e STJ, os principais responsáveis pela impunidade e corrupção no Brasil.
Canal absurdo: Veja em vídeos as diversas formas de protesto e denúncia.
Descoberta a farsa: Separação de Sérgio Cabral é política. Dividir para conquistar.
A insignificância do Senado e das Togas no Brasil.
Corrupção premiada no Rio de Janeiro.
A justiça está pegando uma praia no Rio de Janeiro.
Corrupção em alta no Rio de Janeiro.
Você sabe quais os programas de TV a Dilma Roussef assiste?
Um país movido a eventos.
A farsa de Sérgio Cabral está ruindo. Já são seis hospitais sob intervenção da Justiça.
O samba pede passagem entre os Hospitais em ruínas no Rio de Janeiro.
Joseph Blatter, um homem ou um rato!
O difícil e saber onde está o Brasil que eles falam que existe.
Se Cabral deu tiro em professores. E considera os médicos vagabundos. O que não fará com os bombeiros!!!
Lula e sua prática do profundo cinismo diante das câmeras do mundo.
Justiça do Rio desmoralizada enquanto o carioca espera uma resposta.
Cabral prometeu, prometeu, prometeu e prometeu!! Cadê as 40 escolar?
Cronologia da corrupção! Só no Brasil temos um estudo voltado exclusivamente para corrupção.
Lula diz que temos money para emprestar os banqueiros da Grécia, mas para a saúde!
Lula o homem do Ano. Para quem!!!!!!!!!

 

Sobre nós.  

Nessa nave chamada Terra, o povo não se conforma mais em ser conduzido, ser meros passageiros. Todos, usando a tecnologia cada vez mais fácil e próxima, temos consciência de que podemos, de alguma forma fazer parte da tripulação. leia mais...