A corrupção é premiada no Rio de Janeiro.

Postado por  Fernando em 13, maio, 2011  •  Comentários (65)  • 

       Quando Charles De Goule disse que o Brasil não era um país com homens sérios ele esqueceu de dizer que no futuro zombaria abertamente do povo e que alimentaria uma corrupção cínica e monstruosa.

    O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que Ricardo Leyser devolvesse mais de 18 milhões de reais aos cofres públicos. As informações são do jornal O GLOBO.




       No entanto, esse bandido foi premiado com o cargo de Secretário Nacional do Esporte de Alto Rendimento do Djan Madruga, exonerado por realizar um excelente trabalho, mas sem canalizar dinheiro público para os bolsos dos corruptos. Perde o Esporte e ganha a burocracia e a corrupção.

Texto do site de Alberto Murray.

QUE GOVERNO É ESSE? QUE JUSTIÇA É ESSA? QUE PAÍS É ESSE?

    O governo está tão preocupado com o que o povo pensa que simplesmente barbaridades acontecem, os recursos públicos são gastos sem obedecer a legislação e, quando o povo pede para explicar o porque e onde foram gastos, não ouvem o clamor do povo, e como nada estivesse acontecendo continuam desviando os recursos públicos a casa dia mais e certamente zombam daqueles que ficam indignados. Se fizessem 1% do que est~´ao fazendo num país que  tivesse justiça séria, homens sérios nas procuradorias, já estariam todos na cadeia. ou em qualquer outro lugar, menos ocupando as cadeiras que ocupam. 
  
       Ricardo Leyser é um senhor executivo”, acha o prefeito Eduardo Paes. O ministro Orlando Silva concorda. Depois de promover a secretário de Alto Rendimento o camarada que conheceu em reuniões do PCdoB, Silva transformou-o em Secretário Executivo do Comitê de Gestão das Ações Governamentais nos Jogos Pan-Americanos de 2007, o palavroso codinome do tesoureiro-chefe. O ministro gostou do desempenho do afilhado, informou a escolha de Leyser para representar o governo federal no comitê organizador dos Jogos do Rio. Muito justo, endossou Eduardo Paes: ”Ele coordenou todo o Pan-americano. Fez um belo trabalho”.
      
       Seu belo trabalho, entre outras coisas irregulares foi o sumiço de R$ 16 milhões “na montagem das estruturas provisórias dos Jogos Pan-americanos”. O segundo radiografa o superfaturamento dos serviços de hotelaria e infra-estrutura da Vila Olímpica, produzido por Leyser em parceria com um consórcio liderado pela empresa JZ Engenharia. Só um senhor executivo conseguiria gastar exatos R$ 390.694,34 no item “montagem de cadeiras”, ou R$ 876.262,40 em “instalação de persianas”. O “total corrigido” da gastança somou R$ 2.740.402,54. O TCU quer todo o dinheiro de volta. O prefeito considera precipitada a cobrança.

    “O conjunto de escândalos que envolvem o governo é tanto, e a desfaçatez dos principais atores envolvidos neles tão grande, que às vezes parece que a CPI não conseguiu ainda provar muita coisa”, indignou-se numa entrevista concedida em agosto de 2006 o deputado federal Eduardo Paes, do PSDB fluminense. ”Comprovamos o mensalão com cópia de recibo e tudo. Como é que o Lula ainda tem coragem de negar?”. O prefeito eleito pelo PMDB tem coragem de negar que sobram provas contra Ricardo Leyser.

    “O TCU apontou algumas irregularidades, que estão sendo investigadas. A gente tem que ter muita calma antes de sair apontando o dedo para as pessoas”, acaba de recomendar o mesmo Eduardo Paes que colocou sob suspeição negócios muito lucrativos do Primeiro-Filho e acusou o presidente da República de fazer de conta que desconhecia a movimentação de bandidos amigos nas salas ao lado. Disposto a tudo para chegar à prefeitura, o ex-deputado pediu perdão por escrito a Marisa Letícia e ajoelhou-se aos pés de Lula. É improvável que volte a ficar de pé, sugere o palavrório sobre Leyser.

     “Ele tem de continuar no comitê organizador”, insiste. Entre janeiro e agosto deste ano, no papel de cabo eleitoral do Rio, o prodigioso multiplicador de zeros consumiu R$ 230 mil em diárias de viagens. E daí?, acha Paes, convencido de que  “a participação dele é fundamental na construção dos Jogos. A  “construção” está orçada em R$ 26 bilhões, por enquanto. É uma pena que esses vampiros não suguem apenas as carteiras de quem votou neles, pois desde a eleição, esse famigerado Prefeito estava sob suspeita do TCU.  Como Secretário do PAN 2007 já havia centenas de denúncias de canalização do dinheiro público para suas contas.

 
Isso é um ABSURDO!


Deixei seu comentário aqui

Veja mais:

Fora corruptos!! E a imprensa ainda não sabe o que o povo quer!!!
O criminoso mais cínico que o Brasil já conheceu nas entranhas da política! É o alvo.
Crime brutal no Rio de Janeiro. Sérgio cabral e seus crimes de improbidade.
Eles não criaram ministérios. Formaram quadrilhas
Dilma quer o POVO farto, porém DOENTE.
STF e STJ, os principais responsáveis pela impunidade e corrupção no Brasil.
Canal absurdo: Veja em vídeos as diversas formas de protesto e denúncia.
Descoberta a farsa: Separação de Sérgio Cabral é política. Dividir para conquistar.
A insignificância do Senado e das Togas no Brasil.
Corrupção premiada no Rio de Janeiro.
A justiça está pegando uma praia no Rio de Janeiro.
Corrupção em alta no Rio de Janeiro.
Você sabe quais os programas de TV a Dilma Roussef assiste?
Um país movido a eventos.
A farsa de Sérgio Cabral está ruindo. Já são seis hospitais sob intervenção da Justiça.
O samba pede passagem entre os Hospitais em ruínas no Rio de Janeiro.
Joseph Blatter, um homem ou um rato!
O difícil e saber onde está o Brasil que eles falam que existe.
Se Cabral deu tiro em professores. E considera os médicos vagabundos. O que não fará com os bombeiros!!!
Lula e sua prática do profundo cinismo diante das câmeras do mundo.
Justiça do Rio desmoralizada enquanto o carioca espera uma resposta.
Cabral prometeu, prometeu, prometeu e prometeu!! Cadê as 40 escolar?
Cronologia da corrupção! Só no Brasil temos um estudo voltado exclusivamente para corrupção.
Lula diz que temos money para emprestar os banqueiros da Grécia, mas para a saúde!
Lula o homem do Ano. Para quem!!!!!!!!!

 


 

Sobre nós.  

Nessa nave chamada Terra, o povo não se conforma mais em ser conduzido, ser meros passageiros. Todos, usando a tecnologia cada vez mais fácil e próxima, temos consciência de que podemos, de alguma forma fazer parte da tripulação. leia mais...